Close

Como jogar poker

  1. Como jogar 
  2. Estratégia de poker 
  3. Apostas no poker 
  4. Poker fold 

Aprenda Quando é uma Boa Ideia Baixar sua Mão

Nesta seção, nós falamos sobre uma das mais difíceis, porém importantes, habilidades no poker, dar o fold de uma boa mão, incluindo:

A Arte do Laydown (baixar a mão) no poker

Ganhar com ótimas cartas é uma coisa, mas saber quando fazer um ‘’laydown’’ é a verdadeira chave para sucesso consistente no poker.

Para te manter atualizado, quando um jogador de poker  se refere a um ‘’laydown’’, ele se refere a dar um fold de uma mão que poderia ter ganho. O que acontece, porém, é que uma mão forte não é invencível. Você poderia ter grande potencial até o momento em que o Flop, o Turn e o River são revelados e as novas cartas geram novas formas de te derrotar.

Com a mudança para uma jogabilidade mais agressiva e solta, baixar uma mão grande é uma arte que está morrendo. Tempos houve  em que jogadores de poker  tinham mais cautela e menos probabilidades em arriscar o pagamento da aposta (call), por que uma mão marginal não valia a pena ser jogada. O potencial de ganho pode ocasionalmente ofuscar nosso juízo e nos distrair dos sinais que deveríamos estar lendo, para aumentar nossas chances de um dia ser o ganhador. Talvez você devesse realizar a arte do Laydown. Aqui está quando e como fazê-lo.

Confiando nos seus instintos

Você está sentado numa mesa e sente que sua mão não presta. Agora, ‘’sentir’’ é um termo usado em exagero no poker , portanto vamos dizer que seu subconsciente está te falando algo. Você identificou algum tique facial? Um pequeno atraso quando apostando? Não importa. Você deveria dar ouvidos aos seus instintos.

Algumas pessoas fazem isso naturalmente com precisão absoluta. Para a maioria de nós, é uma habilidade que precisamos desenvolver. Okay, duas habilidades: primeira, escutar a voz que te diz que você foi derrotado; e segunda, agir sobre isso.

Identificando os sinais de perigo

Se você não é bom em ler sinais de perigo, não está sozinho. Eles aparecem nos mais simples movimentos, e podem facilmente ser sua ruína se você não for rápido o suficiente para pegá-los.

A que tipo de movimentos você deveria estar atento? Existem alguns movimentos básicos que contam como sinais de perigo (hello check-raises e mini-raises). 

Quando você se depara com algum desses, seu oponente geralmente tem algo grande, ou pode tê-lo em sua próxima carta. A mão com potencial de ser a melhor mão (nuts) não deve ser tratada com leveza. Se estiver em dúvida sobre o perigo em potencial, talvez você devesse pensar no momento antes do Flop. Se eles fizerem o call quando você estiver esperando que eles aumentem a aposta (flat-call) e depois façam um check-raise em um Flop ruim para mediano, há uma boa possibilidade de existir um par em suas mãos fechadas.

Olhe para as fichas. Se um jogador tiver pago acima das probabilidades por uma mão  flush ou straight ou então até mesmo ter feito  um call fora de posição, isso acontece  por um motivo.

Se eles tiverem feito call a suas apostas até agora, mesmo com você projetando uma boa imagem de tabela (você tem uma reputação de só jogar com mãos fortes), eles estão se sentindo bem confiantes, algo que você precisa levar a sério.

Fazendo os cálculos mentais

É claro, você pode tomar suas decisões mais facilmente com um pouco de ciência de poker . A primeira soma que você precisa fazer é simples: junte suas fichas. Se você estiver um pouco curto, não as arrisque em nada que não seja uma ótima mão. Pode não ser um conselho elegante, mas no poker , não seguir o rebanho traz retornos.

A próxima parte de coleta de dados  envolve seu oponente. Qual é a variedade de seus aumentos? Quanto estão apostando em uma mão boa versus uma mão ótima? Isso vai te ajudar a ler a força de suas cartas e ficar fora de encrenca.

Por final, qual sua posição na tabela? Mãos semi-decentes não valem a pena em blind - é fácil de ficar encurralado. Lembre-se, vários erros e decisões difíceis se resumem a fazer uma call com uma mão marginal pré-flop.

Probabilidades, eu dou Call

As pot odds são uma parte extremamente importante para entender quando fazer um bom laydown. Basicamente, é o preço da sua aposta versus o valor do pot total. Se suas chances de ganhar são as mesmas ou maiores, dê o call. Se não, dê o fold.

Para explicar, quando a aposta estiver acabando, usualmente na última carta  ou quando o dinheiro está indo all-in, é quando  você deve calcular seus pot odds. A ideia é você comparar  as odds com as chances que você tem de ter uma boa mão.  Compará-los contra o alcance das mãos que outros jogadores podem ter também pode ser vantajoso. Se as probabilidades são boas, você pode decidir em fazer o call. Se não forem tão boas, baixar sua mão seria melhor.

Ainda confuso? Vamos imaginar que você está jogando contra um jogador previsível que dá calls enquanto você aposta em uma mão com dois pares:
No river aparece uma carta flush, então você dá mesa enquanto ele aposta.
O Pot total é 7,000 e ele aposta 3,000, o que te dá 3,000 para dar call. Se você ganhar você recebe 10,000. Seus pot odds são de 3.333/1, ou seja, 30 por cento.

Você precisa decidir se seus pares têm uma chance de 30% de serem bons  ou  30 % de chance de serem ruins . Se nós fossemos te aconselhar, sua melhor solução nesta situação é baixar a mão contra o jogador previsível. Melhor prevenir do que remediar.

Os Poderes do Raciocínio

Fazer laydowns é uma coisa difícil - ninguém gosta de pensar que está desistindo de uma mão ganhadora. E você não quer ir muito longe na direção contrária e jogar com medo. Então pratique estas habilidades, foque no que você está economizando em suas fichas ou dinheiro, e você logo ganhará confiança que está fazendo a coisa certa.