Em poucos anos de história, o partypoker MILLIONS, um dos principais torneios live do planeta, já reservou alguns episódios que serão lembrados por muito tempo no esporte da mente, desde jogadas memoráveis até “zebras” vencendo o Main Event.

Confira abaixo uma lista com alguns dos grandes momentos do torneio, passando também por sua versão online que agitou o circuito nos últimos meses:

MILLIONS UK 2017: Maria Lampropulos quebra a banca

O ano de estreia do torneio no Reino Unido contou com um momento histórico e de enorme representatividade para o público feminino. A jogadora argentina Maria Constanza Lampropulos, até então pouco conhecida no circuito internacional, foi uma das poucas mulheres no field de 1.204 entradas e acabou sagrando-se campeã e levando o prêmio de £ 1 milhão, o maior de sua carreira até hoje.

O heads-up foi contra o britânico Jacob Mulhern, que liderava em fichas até poucos minutos antes do fim, quando tentou um blefe com K-high pra cima da argentina, que tinha um par de nove. Lampropulos pagou pra ver e faturou um pote largo. Na mão seguinte, a sul-americana entrou de all-in com KK e ficou com o título inédito – uma das grandes conquistas femininas na história do poker até hoje.

MILLIONS Germany 2018: Simão mostra nervos de aço com blefe

No ano seguinte, o partypoker MILLIONS reservou um grande main event em sua versão alemã, disputada em Rozvadov, na República Tcheca. Um dos pontos altos foi um blefe sensacional aplicado pelo mineiro João Simão, um dos embaixadores da partypoker.

Simão saiu com em uma das mãos, e o flop veio com , motivando um raise do brasileiro contra o norueguês Andreas Walnum, que deu fold. A disputa então ficou entre Simão e o grego Yiannis Liperis, segurando . Turn e river vieram com e , dando a Liperis 100% de chance de vitória. Mas ele não contava com um blefe fantástico de Simão, que induziu o grego ao fold e levou o pote. Essa jogada foi fundamental para o mineiro terminar na 4ª posição do torneio, um de seus melhores resultados até hoje.

MILLIONS Germany 2018: Adrenalina no Heads-up

Neste mesmo Main Event, a decisão ficou entre o sueco Viktor Blom e o moldavo Pavel Plesuv, dois dos grandes nomes no poker europeu àquela altura. A disputa foi em alto nível e cercada de emoção. Os dois chegaram à última mão praticamente empatados em fichas.

O desfecho colocou Blom com um par de reis, contra um par de damas de Plesuv. O moldavo chamou all-in após o river, sendo coberto pelo sueco e gerando enorme expectativa em todos os presentes. A revelação das cartas consagrou Viktor Blom, dando a ele seu primeiro título na série.

Millons South America 2019: A primeira vez no Brasil

Em 2019, o MILLIONS desembarcou pela primeira vez em solo brasileiro em um momento histórico, sendo considerado o maior torneio live já disputado no Brasil. Para se ter uma ideia, a premiação total ficou na casa dos US$ 20 milhões (considerando todos os eventos).

Por muito pouco, o título do Main Event não ficou com um brasileiro. Isso porque o catarinense Bruno Volkmann chegou ao heads-up, mas acabou derrotado pelo norte-americano Martin Mathis. Na última mão, o brasileiro entrou de all-in com , contra do adversário. O board não foi favorável a nenhum dos dois, mas o americano ficou com a vitória com a carta mais forte graças ao 8.

MILLIONS UK 2020: “Zebra” Suárez impede o bi de Lampropulos

Três anos após fazer história no Reino Unido, a jogadora argentina Maria Constanza Lampropulos voltou ao país disposta a ser bicampeã. “Connie”, como é conhecida no circuito, chegou à mesa final e já atraiu os olhares para mais um feito histórico, mas acabou eliminada logo nas primeiras mãos, na 8ª posição.

O título acabou ficando com um jogador pouco conhecido no circuito: o sueco Anton Suarez venceu o MILLIONS e levou US$ 1 milhão pra casa ao derrotar o alemão Christian Rudolph com um par de áses. Ao final da disputa, nem mesmo Suarez parecia acreditar, mas ele de fato quebrou a banca.

MILLIONS South America 2020: Pablo Brito faz história

O Brasil já estava batendo na trave no Main Event do MILLIONS há algum tempo. Volkmann havia sido vice no ano anterior, e João Simão também chegou perto do título em 2018 (além de boas performances de Dayane Kotoviezy, Carlos Hey de Lima, e outros jogadores). Mas foi em 2019 que o título inédito veio para o país.

E foi pelas mãos de um craque do poker online: Pablo Brito, conhecido como Pabritz. Na disputa em Punta del Este, no Uruguai, o baiano superou o compatriota Fabio Colonese e levou pra casa o prêmio de US$ 1 milhão, uma das maiores já conquistadas por qualquer jogador do país até hoje – além de cravar o nome do Brasil no topo do circuito.

MILLIONS Online: Endrit Geci faz seu nome

Por conta da pandemia, o MILLIONS não pode ser realizado presencialmente em 2021 e precisou se reinventar no online. A versão 100% online do torneio, que aconteceu entre os meses de fevereiro e março, consagrou um novo campeão: Endrit Geci, jogador pouco conhecido no circuito ao vivo.

O britânico superou uma mesa final que contou com o membro do team partypoker Dzmitry Urbanovich, além do brasileiro Francisco Correia, que foi até o heads-up, mas acabou derrotado por um par de reis do inglês, que saiu de azarão a campeão.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.