A história do esporte em todo o planeta vem acompanhada de grandes e improváveis viradas que marcaram época em diversas modalidades. Quem não se lembra, por exemplo, do Liverpool de 2005, que saiu perdendo por 3 a 0 para o Milan na decisão da Liga dos Campeões da Europa mas buscou uma reação e foi campeão nos pênaltis?

No poker, as viradas épicas também estão presentes, desde os torneios mais simples até grandes circuitos como o World Series of Poker e o World Poker Tour. O roteiro geralmente é bastante similar: jogadores com larga desvantagem em fichas que jogam contra as estatísticas e conquistam reviravoltas nas mesas.

Separamos abaixo algumas das maiores viradas da história do poker mundial, histórias que comprovam que enquanto houver fichas, há chance de vitória. Confira!

Jack Straus – World Series of Poker 1982

Não há como falar em viradas sem citar a campanha do lendário Jack Straus no Main Event do World Series of Poker de 1982, em Las Vegas. Afinal, é uma das performances mais inacreditáveis da história do torneio e do esporte como um todo.

Durante o segundo dia de disputa, Straus apostou toda a quantia que ele imaginou ter e acabou perdendo uma mão. Ele pensou que estava eliminado, mas achou uma ficha (no valor aproximado de US$ 500) perdida embaixo de um guardanapo. Como não havia declarado all-in na rodada anterior, o jogador ganhou uma sobrevida na competição.

Foi então que o improvável aconteceu: partindo dessa única ficha, Straus engatou uma recuperação épica que culminou como o bracelete do WSOP (seu segundo no circuito) e um prêmio de US$ 520 mil. A partir desse episódio, ficou eternizada a máxima “a chip and a chair”, ou seja, enquanto o jogador tiver uma ficha e uma cadeira, estará vivo no torneio.

Por feitos como esse, Jack Straus foi incluído no Hall da Fama do poker mundial em 1988, mesmo ano em que acabou falecendo durante uma partida de poker, por uma infeliz ironia do destino.

Mike Sexton – World Poker Tour Montreal 2016

Membro do Hall da Fama e presidente do partypoker, o falecido Mike Sexton também integra a lista com uma virada épica no WPT Montreal há quatro anos, quando ele conquistou o bracelete do World Poker Tour pela primeira e única vez na carreira.

Depois de duas mesas finais em 2011 e 2013, Sexton se viu novamente diante da conquista inédita no WPT em um heads-up contra o canadense Benny Chen, que havia vencido um dos eventos do WSOP no ano anterior.

Chen começou o duelo final com pequena vantagem nas fichas, mas ela ficou ainda maior no decorrer do heads-up. O canadense chegou a ostentar uma liderança de 10 pra 1, com 17 milhões em fichas contra pouco mais de 1,6 milhão de Sexton.

Porém, a desvantagem não foi um obstáculo definitivo para o membro da equipe partypoker, que buscou uma reação e faturou o título com uma trinca de damas após muitas horas de disputa. Sexton levou pra casa o prêmio de US$ 302 mil e colocou seu nome no hall de campeões do WPT com uma virada que entrou pra história do torneio.

O impacto que Mike teve no mundo do poker é grandioso. Ele permanecerá no partypoker dna para sempre.

Olivier Busquet – World Poker Tour Borgata Open 2009

Se você achou a vitória de Sexton inacreditável, vai se surpreender ainda mais com o feito alcançado sete anos antes pelo norte-americano Olivier Busquet nos feltros do WPT Borgata Open, em Atlantic City.

Conhecido por seu estilo de jogo agressivo, Busquet encarou o maior field da história do WPT e chegou ao heads-up diante do compatriota Jeremy Brown. A vantagem de Brown era gigante: 20 pra 1, com 29 milhões em fichas contra apenas 1,5 milhão de Busquet.

A vitória de Brown parecia questão de tempo, mas o que se viu foi uma virada fantástica de Busquet, que começou o dia como favorito mas viu suas chances ficarem remotas devido à enorme desvantagem. Na mão final, ele cravou uma trinca de 4 e faturou seu primeiro e único título do WPT. Essa é considerada até hoje a maior virada da história do World Poker Tour.

David Chiu – World Poker Tour Championship 2008

Jogador chinês radicado nos Estados Unidos, o experiente David Chiu tem uma história de superação que merece ser conhecida por todos que almejam uma carreira de sucesso. Ele perdeu parte da audição em ambos os ouvidos depois de um acidente, mas isso não o impediu de ter uma trajetória vitoriosa.

No WPT Championship em 2008, evento que encerrou a sexta temporada do World Poker Tour, Chiu conquistou um de seus títulos mais épicos. Ele chegou ao heads-up contra o favorito dinamarquês Gus Hansen, que começou a decisão com uma vantagem de 5-1: 23 milhões em fichas contra 4,3 milhões do chinês
Apesar de estar com uma desvantagem de 18 milhões, Chiu correu atrás do prejuízo de forma brilhante. Na mão decisiva, ele cravou uma trinca de áses e completou a virada inacreditável contra um dos maiores jogadores da história do WPT.

Foi o primeiro e único título de Chiu no circuito do World Poker Tour, o que lhe rendeu uma premiação de US$ 3,3 milhões, de longe a maior de sua carreira.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.