Quando Jason Koon se matriculou na universidade de West Virginia Wesleyan, em 2003, ele não imaginava que 15 anos depois seria reconhecido mundialmente como um dos melhores competidores do planeta. Na época, o americano procurava uma carreira na área administrativa.

Foi na universidade, no entanto, que a paixão de Koon pelo poker começou. Em 2006, quando já estava na parte final do curso, ele começou a praticar o esporte e desde então não parou.
No início da trajetória, Koon optava mais pelos torneios online — algo frequente entre os novos participantes do poker. No computador, o jovem americano começou a ganhar e passou a se especializar no poker. Tornou-se profissional cedo, e aos poucos fez desse esporte uma carreira para a vida.

Em 2008, Koon decidiu que era hora de experimentar uma nova área: o poker ao vivo. Então, passou a viajar os Estados Unidos em busca de grandes torneios para aprender novas estratégias e disputar entre os primeiros.

Um ano após começar a caminhada nos torneios ao vivo, Koon foi para o World Series of Poker (WSOP) e tomou gosto pela competição. Naquela temporada de 2009, na estreia dele no WSOP, o competidor de West Virginia engatou duas premiações. No mesmo ano, conquistou o que era então a maior premiação da carreira: US$ 300 mil online.

Logo ele despontou como uma das maiores revelações do poker americano. Conquistando grandes premiações e bons resultados nos torneios de Las Vegas, ele fez sua estreia internacional em 2012, nas Bahamas, quando ganhou um impressionante prêmio de US$ 271 mil.

Koon seguiu tendo grandes resultados nos anos seguintes, e não demorou muito para se consolidar como uma realidade no poker mundial. Tornou-se presença fixa no WSOP e no início de 2013, quando tinha apenas 27 anos, já acumulava mais de US$ 1 milhão só em torneios ao vivo.

A primeira grande vitória nas competições live aconteceu em 2015. No LA Poker Classic, Koon ganhou um Turbo High Roller que lhe resultou em US$ 436 mil — uma das maiores premiações da carreira.
Naquele mesmo ano, o competidor americano disputou um torneio online com entrada de apenas $ 100 e transformou essa quantia em US$ 110 mil após cerca de 18 horas de competição. Na ocasião, ele bateu mais de 22 mil adversários em uma maratona que durou dois dias.

Em 2016, no conceituado Hard Rock Poker Open, em Hollywood, Koon atingiu a marca milionária em um único torneio ao conquistar o Super High Roller do circuito. Um ano mais tarde, outro grande resultado ao vencer uma etapa de High Roller do WPT e embolsar cerca de US$ 412 mil.

Os últimos dois anos compõem a parte mais vencedora da carreira de Koon. No ano passado, conquistas nas Bahamas, no Aria High Roller, Poker After Dark e outra etapa do WPT. Boa fase que emendou no início de 2018 com mais uma conquista no Caribe.

Poucos competidores podem se orgulhar de ter um currículo tão grande como o do americano. Carreira internacional consagrada, mais de US$ 13 milhões de premiação ao vivo e a popularidade em alta.

Além disso tudo, os grandes resultados de Koon se traduzem no ranking do Global Poker Index. Atualmente, ele ocupa a 10ª posição, com cerca de 600 pontos atrás do líder Stephen Chidwick.
Ainda bem jovem (32 anos), Koon já aparece na lista dos 20 americanos mais bem pagos da história — e vale lembrar que os Estados Unidos formam grandes competidores em alta escala.

Com muito pela frente, ele já cravou o seu nome na história do poker e está no auge da vitoriosa carreira. Um competidor que sempre entra para ganhar e que vive entre os maiores favoritos.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.