A empresa mais tradicional do baralho brasileiro agora é parceira do partypoker. No início de maio, foi anunciado oficialmente que a Copag passará a fornecer cartas para as competições da série partypoker LIVE.

John Duthie, presidente do partypoker LIVE, está animado com a parceria: “Tudo que fazemos é dar aos nossos jogadores a melhor experiência do poker ao vivo. E isso coincide com as cardas que eles jogam. A Copag é referência no assunto e essa empresa já provou ao longo dos anos que é a parceira perfeita para eventos de poker em escala global.”

A novidade vai ser colocada em prática no fim de setembro, quando acontecerá o MILLIONS UK at Dusk Till Dawn Casino. Essa não é a primeira vez que a Copag se junta ao poker ao vivo pois a empresa já realizou parcerias com a World Series of Poker (WSOP) e outros eventos.

Sam Trickett, embaixador do partypoker, disse: “É sempre bom saber de acordos como esse. Significa que nós, jogadores, estamos recebendo boas cartas nos torneios que disputamos. Eu já joguei com as cartas Copag ao redor do mundo, e a qualidade delas é fantástica. Um ótimo negócio!”

A tradição da Copag começa bem antes dos grandes torneios mundiais de poker. Eles são pioneiros no Brasil e contam com mais de 100 anos de existência. Tudo começou em 1908, no munícipio de São Paulo, quando no início eles vendiam materiais de papelaria, como caderno, papel e produtos relacionados.

A história do Copag com o poker começou exatamente 10 anos após a fundação. Em 1918, a empresa passou a fabricar baralhos e a se especializar em poker e bridge. Já na década de 1930, eles já eram a referência no Brasil.

O reconhecimento internacional chegou na década de 1970, quando em Londres a Convenção Internacional de Fabricantes de Cartas para Jogar reconheceu o modelo 139 do baralho da Copag como o melhor do mundo.

O baralho 139, feito de papel couchê, é um marco na história da empresa. Produzido inicialmente em 1923, ele é o mais popular do Brasil.

Em 1987, a Copag expandiu seus negócios e abriu uma fábrica de então última geração em Manaus. Anos mais tarde, na década de 1990, eles passaram a produzir cartas em PVC para a prática do poker, o que aumentou ainda mais a qualidade do material.

“Nós temos orgulho do nosso produto e acreditamos na qualidade superior das nossas cartas. Ver as nossas cartas nos grandes torneios ao redor do mundo faz todo trabalho duro ainda mais gratificante”, diz Ricardo Gonçalves Neto, diretor da Copag.

Na década de 2000, a Copag aumentou suas proporções internacionais quando teve metade de suas ações compradas pela gigante Cartamundi — que detém grande parte do mercado mundial de cartas.
Também nessa época, a empresa paulista personalizou uma linha de produtos para o poker. Em 2007, foi criada a linha “Texas Hold’em”, que agradou ainda mais os praticantes dessa modalidade.

Atualmente, a Copag tem mais de 100 produtos na sua alçada de produção e abrange internacionalmente vários continentes. Com mais de um século de tradição e qualidade, essa referência nos baralhos é motivo de orgulho para o poker brasileiro.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.