Nas próximas semanas acontece a versão online de um dos maiores torneios de poker do planeta, o World Poker Tour (WPT). Programado para ocorrer até o dia 8 de setembro, o WPT World Online Championships tem uma premiação garantida de US$ 100 milhões e certamente reunirá os melhores jogadores do planeta.

Os representantes da equipe partypoker estão escalados para a competição, e é sempre bom ficar de olho em suas performances. Afinal, muitos deles já obtiveram resultados bastante consistentes nos eventos ao vivo do WPT ao longo dos últimos anos.

Confira algumas vezes em que nossos jogadores brilharam no circuito do World Poker Tour:

Patrick Leonard – WPT Nottingham 2014

O britânico tem boas lembranças de suas performances no circuito desde a primeira vez que disputou o torneio, em 2012. Na ocasião, ele ficou com o primeiro lugar no WPT Marbella, na Espanha. Mas em termos de premiação, sua grande participação foi “em casa”, na cidade inglesa de Nottingham.

No Main Event de 2014, Patrick Leonard fez mesa final e terminou na sexta colocação, levando para casa a quantia de cerca de US$ 62 mil. De quebra, ele foi vice-campeão no High Roller do evento (disputado um dia antes), somando mais US$ 97 mil e totalizando três dígitos na premiação total.

Jason Koon – WPT Tournament of Champions 2018

O jogador é um dos mais premiados da história dos Estados Unidos, e muito disso se deve às suas conquistas no World Poker Tour. Afinal, foram mais de dez participações no circuito desde 2012, o que faz dele uma figura carimbada nos feltros no torneio.

Jason Koon foi campeão em pelo menos um evento por três anos seguidos. O último título veio em 2018, justamente o mais significativo em termos de premiação: ele faturou pouco mais de US$ 1 milhão ao ganhar o High Roller da 16ª temporada do Tournament of Champions, em Las Vegas, batendo o austríaco Matthias Eibinger (considerado o maior da história de seu país).

Sam Trickett – WPT Venice 2014

Segundo grinder britânico mais premiado em todos os tempos, Sam Trickett nunca faturou uma etapa do World Poker Tour. Porém, ele acumula algumas boas participações – incluindo presenças em mesas finais do torneio.

Sua melhor performance foi em Veneza, na Itália, há seis anos. Trickett ficou em segundo lugar no Main Event, sendo superado apenas pelo craque italiano Andrea Dato. Apesar do revés, o britânico saiu com pouco mais de US$ 90 mil em premiação.

Isaac Haxton – WPT Five Diamond World Poker Classic 2017

O norte-americano é outro que acumula algumas boas participações no WPT, apesar de nunca ter ficado em primeiro lugar. No entanto, somando todos os seus resultados, ele ostenta mais de US$ 1 milhão só nas mesas do circuito.

Mais da metade dessa quantia foi obtida em 2017, no Bellagio, em Las Vegas. Isso porque Isaac Haxton fez duas mesas finais seguidas, caindo no heads-up do High Roller para seu companheiro de equipe Jason Koon e terminando em quarto lugar no Super High Roller, quando acabou superado por nomes como Dan Smith e Daniel Negreanu. Apesar das derrotas, levou pra casa a quantia somada US$ 660 mil.

Kristen Bicknell – WPT Five Diamond World Poker Classic 2017

Quem também tem boas lembranças do Bellagio é uma das representantes femininas da equipe partypoker, Kristen Bicknell. E não estamos falando do torneio Ladies – a canadense roubou a cena entre os principais nomes do torneio.

Ela ficou em primeiro lugar no evento #13 do WPT Five Diamond World Poker Classic de 2017, batendo o compatriota Alex Molnar no heads-up e faturando a quantia de pouco menos de US$ 200 mil, que está entre as dez maiores de sua carreira no circuito profissional.

Mike Sexton – WPT Montreal 2016

O presidente do partypoker e membro do Hall da Fama do poker mundial tem mais de 15 participações em eventos do World Poker Tour, sendo um veterano das mesas do circuito. E foi justamente no WPT que ele obteve uma de suas maiores premiações na carreira.

Em 2016, Mike Sexton fez bonito no WPT Montreal, no Canadá. Entre mais de 600 entradas, ele terminou com o primeiro lugar ao bater o canadense Benny Chen no heads-up, sendo essa sua única conquista no torneio até hoje. A premiação foi de cerca de US$ 318 mil.

João Simão – WPT Caribbean 2016

Fechando a lista aparece o brasileiro João Simão, que embora não tenha muitas presenças no World Poker Tour, certamente guarda boas memórias da única vez em que conquistou o torneio. Foi em 2016, em Punta Cana, na República Dominicana.

Na ocasião, o mineiro disputou o High Roller do WPT Caribbean e faturou o título, superando nomes como o romeno Alexandru Papazian, o norte-americano Ankush Mandavia e o canadense Mike Leah. Simão levou pra casa a premiação de US$ 88,5 mil, a maior de sua carreira até então (e uma das dez maiores de toda a sua trajetória no poker profissional).

Compartilhe.

Comentários estão fechados.