Aos 71 anos e já eleito para o Hall da Fama do poker, o americano Mike Sexton  ainda quer fazer história. Há anos como Chairman do partypoker, este ícone da modalidade se tornou figura central no crescimento da sala em todo o mundo.

Apresentador histórico do World Poker Tour e com US $ 6,6 milhões em ganhos ao vivo no currículo, Sexton agora luta para continuar expandindo as fronteiras do poker, paixão de toda a sua vida, que o acompanha desde quando trabalhava na Ohio State University.

“Depois de deixar o Exército, me casei, consegui um emprego e procurei alguns jogos em casa para jogar. Me saí muito bem e adorei jogar poker. Por isso, quando me divorciei, três anos e meio depois, larguei o meu emprego para jogar em tempo integral”, conta o hoje executivo do partypoker. “Sempre pensei: se quebrar, arranjo outro emprego. Mas passaram-se 25 anos até que voltasse a receber um salário. E isso só aconteceu quando cheguei ao partypoker”.

Como presidente do partypoker, o que significa o MILLIONS South America?
Ter um evento no circuito partypoker LIVE no Rio é emocionante porque o poker se tornou muito popular no Brasil. Tenho certeza de que os jogadores de todo o mundo que viajarão para o Rio estão, assim como eu, ansiosos para este torneio.

Esse será o maior torneio da história da América do Sul. Será de alguma uma maneira especial?
Um torneio de poker é um torneio de poker, independentemente do país em que é jogado. Eu tenho o maior respeito pelos jogadores brasileiros que conheci nos eventos WSOP, WPT e MILLIONS. Este torneio, com muitas caras novas para muitos de nós, deverá ser muito divertido e emocionante.

Você já esteve no Brasil?
Não. Mal posso esperar!

O que você espera encontrar?
Sempre quis ir ao Brasil. Amo o entusiasmo deles e a maneira como vivem o esporte: seja no futebol, vôlei de praia, MMA ou qualquer outro. Sei que eles têm uma grande paixão pelo poker, então espero mesas finais insanas no Rio de Janeiro. Tenho certeza de que os brasileiros vão enlouquecer incentivando os locais a vencer os melhores profissionais de todo o mundo que também estarão na mesa final. Eu também gosto de dançar, então devo ir um clube para encontrar alguns dançarinos de samba e salsa lá. Vai ser muito divertido!

Quais os objetivos do partypoker neste festival?
O objetivo é seguir expandindo a marca partypoker em todo o mundo, especialmente na América do Sul. Como todos sabem, o Brasil tem sido o país que mais cresce no mundo do poker nos últimos anos, por isso esperamos “surpreendê-lo” com este MILLIONS South America. Espero que traga milhares de jogadores para o poker e expanda o nossa base de jogadores. O partypoker oferece a seus jogadores a oportunidade única de se classificarem gastando pouco e, assim, competirem por grandes premiações.

Sexton, entre Erik Seidel e Gus Hansen, outros astros do poker mundial

O MILLIONS South America pode se tornar um dos torneios mais importantes do mundo?
Sim. Dependendo do sucesso deste MILLIONS inaugural no Rio, o evento pode crescer e, quem sabe, se tornar um dos mais importantes eventos de poker do mundo.

Qual é o segredo da sala para oferecer premiações garantidas milionárias em diferentes partes do mundo?
Os jogadores adoram saber qual será o prêmio mínimo ao viajarem para os torneios de poker. O segredo é simplesmente ter a coragem de oferecer estes incríveis garantidos e ter fé que os jogadores vão aparecer. Você tem que dar a Rob Yong, o fundador da turnê partypoker LIVE, todo o crédito por conceder essas somas de dinheiro. Honestamente, esses garantidos milionários eram prêmios desconhecidos no mundo do poker e, certamente, os jogadores adoram eles.

O Partypoker LIVE já é o circuito mais importante do mundo?
Obviamente minha opinião é um pouco tendenciosa, mas nenhum outro tour de poker com buy-ins entre US $ 1.000 e US $ 10.000 garante o que o partypoker LIVE garante.

Que sonhos você ainda tem como jogador?
O que mais me importa é que o partypoker volte a ser o site de poker online número 1 do mundo. Embora na minha carreira tenha tido a sorte de ganhar títulos da WSOP e do WPT, adicionar um título do MILLIONS ao meu currículo completaria uma lista de desejos.

O Brasil reconheceu o poker como um esporte mental, você acha que este é o próximo passo que o resto dos países deve dar?
Seria ótimo se isso acontecesse. É apenas mais um motivo pelo qual eu amo o

Compartilhe.

Comentários estão fechados.