O partypoker tem um time de craques do poker que conta com os melhores jogadores do planeta. Em 2019, esses competidores tiveram grandes temporadas que marcaram suas respectivas carreiras.

Portanto, com um senso de retrospectiva, separamos alguns dos melhores momentos dos embaixadores do partypoker na última temporada.

João Simão

Indiscutivelmente o melhor jogador do Brasil no poker ao vivo em 2019, João Simão encerrou o ano de maneira brilhante e coroou ainda mais o seu legado no livro dos recordes do poker nacional.

Como não poderia ter sido diferente, uma das melhores atuações do poker brasileiro na última temporada veio do belo-horizontino. Em maio, Simão ficou com a segunda colocação de uma etapa do European Poker Tour (EPT), realizada em Monte Carlo.

Com o feito, ele conseguiu embolsar US$ 323.644, quantia que tornou-se a segunda maior premiação de toda sua carreira no poker ao vivo.

Sam Trickett

São mais de US$ 21 milhões ganhos na carreira de Sam Trickett no poker ao vivo. O ex-jogador de futebol tem uma história de superação e garra em sua trajetória nas cartas, e na última temporada provou mais uma vez que é um dos mais habilidosos do planeta.

No World Series of Poker Europe (WSOPE), realizado na cidade tcheca de Rozvadov, o britânico terminou um evento do Plantinum High Roller com a segunda colocação. Nesse torneio, que reuniu a nata do poker europeu, Trickett obteve US$ 412.256.

É verdade que Trickett não joga mais o mesmo número de torneios como outrora, mas a etapa do WSOPE em Rozvdavov relembrou o auge de sua brilhante carreira.

Isaac Haxton

Jogador que encabeça a lista dos competidores profissionais de poker que vieram do jogo Magic: The Gathering, Isaac Haxton já está na cena do poker em alto nível há pelo menos 15 anos.

O estadunidense de 34 anos viajou o mundo todo em 2019, com etapas jogadas na Coreia do Sul, em Monte Carlo, em Macau, na Inglaterra, na Espanha e em outras localidades.

Entre os tantos torneios disputados, Haxton se destacou mais no partypoker MILLIONS World Bahamas, em novembro. Nesse evento, o jogador terminou o Super High Roller Finale na segunda colocação e ganhou o prêmio de US$ 250.000.

Nikita Bodyakovskiy

O leste asiático tem sido um grande celeiro de craques nos últimos tempos e uma das referências dessa região é certamente o bielorrusso Nikita Bodyakovskiy.

Conhecido como “Mikita”, o bielorrusso começou no poker profissional há aproximadamente 10 anos e atingiu o seu auge em 2019. Na última temporada, ele conseguiu embolsar mais de US$ 1 milhão em premiação.

A melhor performance do embaixador do partypoker veio em uma sequência simplesmente incrível no Aria Summer High Rollers, disputado em Las Vegas. Em um espaço de oito dias, no mesmo circuito, Bodyakovskiy ganhou três torneios diferentes.

As três conquistas praticamente em sequência renderam ao jogador a quantia de US$ 704.720 — nada mal para uma semana em Las Vegas, certo?

Kristen Bicknell

Amor à primeira vista com o poker. Assim aconteceu com Kristen Bicknell, quando conheceu o jogo pela primeira vez. “Me apaixonei por isso instantaneamente”, disse uma vez a jogadora canadense.

Quase duas décadas mais tarde, o hobby de Bicknell se tornou uma profissão em tempo integral e hoje ela é uma das maiores representantes do poker feminino.

Na última temporada, a embaixadora do partypoker provou mais uma vez o seu talento em competições nas Américas e na Europa. Com direito a alguns títulos no ano, a temporada de Bicknell foi tão boa que é difícil escolher um único momento em específico como destaque.

Em prestígio, o momento mais alto da temporada de Bicknell foi a mesa final em um evento do World Series of Poker (WSOP), quando ela terminou na quinta posição de um torneio de Texas Holdem poker.

Já em premiação, o 2019 de Bicknell é mercado pelo título do Poker Masters, sediado em Las Vegas, que lhe rendeu US$ 408.000.

Patrick Leonard

Um dos estrangeiros que jogaram o partypoker MILLIONS South America no Brasil, Patrick Leonard fez bonito em sua participação em solo nacional e chegou até mesmo a vencer um dos títulos do circuito.

Além da bela atuação no Belmond Copacabana Palace, Leonard também teve uma temporada positiva em diversos outros feltros do mundo. Com foco nos torneios de junho e julho nos Estados Unidos, ele forrou muito no WSOP e no Aria Summer High Rollers.

Assim como Bicknell, o britânico fez mesa final do WSOP. Na ocasião, Leonard fechou uma competição de Texas Hold’em com a quarta posição geral e colocou no bolso a quantia de US$ 114.347.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.