O poker brasileiro é, sem dúvida, um dos melhores de todo o mundo. Vários jogadores do Brasil figuram entre as primeiras colocações do ranking internacional, seja no poker online ou ao vivo.

Essa qualidade, que se tornou evidente a nível global a partir do início da última década, não se concretizou por simples acaso. O trabalho de estudo dos jogadores brasileiros é referência internacional e a excelente base teórica faz com que haja uma continuidade na elite da modalidade.

Como consequência de tudo isso, o Brasil conta uma geração atual fortíssima e há alguns competidores que merecem atenção especial quando o assunto é projeção para a temporada de 2020.

Day Kotoviezy

Embaixadora do partypoker, Day Kotoviezy é uma das maiores revelações recentes do poker nacional e 2019 foi um excelente ano de consolidação para a curitibana.

Jogando o melhor poker da carreira, Kotoviezy é certamente uma referência no poker feminino e os seus resultados falam por si só. Em 2020, a jogadora começou o ano com o pé direito após uma bela participação no partypoker MILLIONS South America, disputado na cidade uruguaia de Punta del Este.

Ainda sem um título de expressão a nível mundial no currículo, 2020 pode ser o ano de grandes conquistas para Kotoviezy.

Celso Sirtoli

Muitas coisas no poker são uma questão de momento, e na atualidade poucos jogadores brasileiros estão vivendo uma fase melhor do que o gaúcho Celso Sirtoli.

Vindo de uma grande temporada em 2019, o experiente jogador foi o grande campeão do Kings Series of Poker (KSOP) do ano passado — circuito que é conhecido como um dos mais importantes do país.

Neste ano, Sirtoli começou a temporada muito bem com a quarta colocação do Main Event do Brazilian Series of Poker (BSOP). É um candidato ao título do ranking geral desse circuito.

Madson Moura

No fim da última temporada do BSOP, Madson Moura surpreendeu a todos quando conquistou o BSOP Millions — última etapa do circuito.

Disputado em São Paulo, o BSOP Millions recebeu milhares de competidores em busca de um prêmio milionário e Madson venceu com uma atuação emocionante. Antes de se dedicar ao poker, o potiguar era analfabeto e correu atrás dos seus sonhos para se tornar um dos melhores do Brasil.

Na primeira etapa do BSOP, realizada em fevereiro na cidade de São Paulo, Madson mais uma vez brilhou. Apesar de não ter ficado com o título, o jogador de Mossoró terminou com a sexta colocação. Assim como Sirtoli, ele é um forte candidato ao prêmio de melhor jogador do Brasil em 2020.

Marcelo Mesqueu

É impossível citar uma lista dos jogadores brasileiros para ficar de olho em 2020 e não mencionar o nome de Marcelo Mesqueu.

Experiente jogador carioca, em 2019 ele teve uma das maiores temporadas de todos os tempos do poker brasileiro quando venceu o ranking do BSOP de forma quase incontestável.

Ainda não é claro se Mesqueu, especialista no Texas Hold’em vai disputar todas as etapas de 2020 visando um novo título, mas o fato é que o jogador é um dos mais respeitados do Brasil no poker ao vivo. Quando o carioca entra em um torneio, ele sempre aparece entre os maiores favoritos.

Bruno Botteon

Surpresa muito positiva na lista, Bruno Botteon elevou o seu jogo nos últimos meses e atualmente ocupa a primeira colocação do PocketFives no poker online entre os jogadores brasileiros.

Do Espírito Santo, o competidor chegou a aparecer na quarta colocação do ranking mundial — isso aconteceu no início deste ano.

No auge da carreira e com mais de US$ 2 milhões ganhos na modalidade online, Bruno é uma realidade no mundo do poker e pode ter uma temporada histórica em 2020.

Pedro Vinícius Garagnani
Outro jogador brasileiro que figura nas primeiras colocações do ranking mundial online, Pedro Vinícius Garagnani tem um pouco mais de experiência do que Botteon.

Ex-número um do poker brasileiro online, o jogador atualmente ocupa a nona colocação global. Direto do Paraná, ele tem uma carreira extremamente consolidada e também vive o auge de sua trajetória nos feltros.

Geraldo César

Referência no poker online brasileiro, Geraldo César pode ser considerado como uma lenda viva da modalidade no país.

Atualmente ele não ocupa mais as cinco primeiras colocações do ranking nacional, mas isso está longe de ser um demérito para o catarinense. Com a sétima posição no Brasil, Geraldo tem mais de US$ 5 milhões ganhos em sua trajetória online.

Além de ser jogador, o catarinense também é um professor conceituado de poker que ajuda a formar novos campeões na modalidade mais popular dos esportes da mente.

Compartilhe.

Comentários estão fechados.