O Brasil terá um representante na mesa final do WPT Main Event Championship. Repetindo o roteiro das versões Micro e Mini do Evento Principal do World Online Championships – vencidas por Luiz ContantinoRenan Bruschi  – o poker nacional vai ser protagonista também no ME de US$ 10.300 e US$ 10 milhões.

Dessa vez, porém, graças não a um dos tantos regulares consagrados do poker online, mas a um nome (pelo menos até o momento) desconhecido do grande público. Victor Simionato não constava nas manchetes dos principais portais de poker até garantir vaga neste Dia 3.

Amanhã, porém, o dia será dele e ninguém será mais falado no poker nacional, já que ele pode conquistar a maior premiação brasileira da história do poker online. Isso mesmo: Victor, sobre quem não se sabe muito, pode terminar o dia com 1.715.667 dólares na sua conta. Nada menos que nove milhões de reais na cotação desta terça-feira.

Mesmo sem chegar à mesa final do WPT Main Event Championship, Fabiano Kovalski obteve na tarde desta terça-feira um dos maiores resultados de sua carreira, ao conquistar o 12º lugar no milionário torneio e levar US$ 102.122.

Victor chega à mesa final com 20.057.907 e o quinto melhor stack. Se tudo der errado e ele for o primeiro eliminado, vai deixar o torneio com um “mini cash” de US$ 127.386.

Para chegar à glória e ao prêmio máximo, Victor terá, porém, que superar rivais de grande peso, como o Team partypoker Dzmitry Urbanovich , classificado na sétima colocação, com 18.333.036 fichas e argentino Damian Salas , que lidera os nove sobreviventes, com 37.041.854 fichas em seu stack.

Kovalski leva US$ 102 mil

O catarinense – um dos dois jogadores brasileiros a conseguirem classificação para o Dia 3 do terceiro e mais importante Evento Principal do World Online Championships – começou a rodada na 13ª colocação e se manteve entre os 15 melhores na maior parte da disputa.

Somente quando o field foi reduzido a menos de 15 participantes a situação ficou mais complicada. Com poucas fichas, o catarinense conseguiu algumas oscilações positivas, mas acabou voltando para a parte de baixo da classificação.

Com pouco mais de três horas de torneio disputadas nesta terça, Kovalski se viu em situação quase irreversível. Depois de mais uma ‘fatiada’ em seu stack, ficou com cinco big blinds e passou a jogar de maneira bem cautelosa, a espera da mão ideal para dobrar o stack.

A oportunidade veio, quando estava no big blind e lhe restavam apenas três blinds em mãos. Com 52 bbs, o argentino Damian Salas, jogando no small, não pensou duas vezes antes de fazer open raise de quatro bbs, sendo pago pelo brasileiro, que apresentou  .

Salas, com  , tinha desvantagem na mão, mas acabou levando a melhor, com o board     .  Com a eliminação de Kovolski, Victor Simionato  é o único brasileiro ainda na briga pelo prêmio de 1.7 milhão de dólares.

Além dos dois, mais seis terminaram o torneio na zona de premiação. Dennys Ramos , 30º, ficou com US$ 45.495. Gustavo Mastelotto (70º, com US$ 33.363), Bruno Volkmann (98º, com US$ 27.297), Diego Bittar (US$ 27.297), João Mathias Baumgarten (US$ 25.276) e Eder Campana  (US$ 23.253) completam a lista de brasileiros “no dinheiro”.

Na quarta-feira, acontece e Mesa Final, que terá transmissão ao vivo para público brasileiro, pela Twitch do partypoker BR, com comando de Marcos Sketch [flag country=”br”] e comentários de Kelvin Kerber [flag country=”br”], Gustavo Mastelotto e do Team partypoker Lui Martins .

—//—

MAIS SOBRE O PARTYPOKER

Para consultas e atendimento personalizado em seu idioma, contate latam@partypoker.com ou fale com o nosso WhatsApp Call Center, no seguinte telefone: +55 22 99226-5006 de 10:00 a 22:00 .

Ainda não tem conta no partypoker, crie uma a partir deste link

Compartilhe.

Comentários estão fechados.